desbravando o cinema
arquivo 81

Narração

A princípio, você já deve ter visitado o artigo em que diferenciamos Enredo de História e sabe que o enredo apresenta ou insinua informações, nos fazendo inferir a história. Iremos utilizar a série Arquivo 81 – Netflix para exemplificar nosso texto.

Os cineastas sabem que podem manipular a nossa curiosidade com mistério e sabem como fazer. Divulgam poucas informações durante o filme, nos fazendo imaginar ou investigar com o protagonista.

De acordo com A Arte Do Cinema – David Bordell | Kristin Thompson:

“O enredo pode organizar as pistas de maneira que oculte as informações em nome da curiosidade ou da surpresa. Ou o enredo pode fornecer informações de uma forma que crie expectativas ou aumente a surpresa. Todos esses processos constituem a narração.”

Narração Restrita x Irrestrita

Frequentemente, o enredo de uma série de mistério como em Arquivo 81 tem a função de esconder informações e exibir algumas de forma cuidadosa para que nossa curiosidade seja alimentada até o final.

A QUANTIDADE DE INFORMAÇÕES do ponto de vista dos personagens é essencial para acompanharmos o desenrolar da história e mistério.

Logo, entramos no que é narração restrita e irrestrita.

Narração Restrita

Em suma, a narração restrita é utilizada pelo enredo para fazer mistério, as informações apresentadas para o telespectador são as mesmas do protagonista, tudo o que o personagem sabe ou descobre, nós acompanhamos sem outros pontos de vista.

Da mesma forma, na série Bebê Rena o protagonista é o narrador da história, então nós ficamos “presos” ao ponto de vista dele.

Em Arquivo 81, nós acompanhamos o profissional Dan Turner(Mamodou Athie) que foi contratado por um empresário para restaurar fitas que foram parcialmente queimadas no edifício Visser.

arquivo 81

Como pode ver na imagem, Turner além de recuperar as fitas, as assiste e acompanha a rotina da personagem, Melody Pendras (Dina Shihabi) no hotel Visser em 1994.

O enredo de Arquivo 81 esconde informações sobre o mistério envolvido no edifício e apresenta as informações de forma cuidadosa para alimentar a nossa curiosidade. 

As informações que são fornecidas para quem assiste são as mesmas que Turner tem acesso ao assistir as fitas. Dessa forma, temos uma narração restrita ao personagem Turner. Só temos informações que ele tem acesso.

Narração Irrestrita

arquivo 81

A narração nunca é completamente restrita durante todo o filme. O enredo pode apresentar informações do ponto de vista de outros personagens. 

Em Arquivo 81 existem momentos em que Melody não está filmando, como por exemplo um encontro marcado com Samuel (Evan Jonigkeit). 

Dessa forma, o protagonista Turner não consegue ter essa informação, somente o telespectador. Logo, temos uma narração irrestrita.

Logo no primeiro episódio ficamos sabendo que Samuel participa de uma seita e inferimos que ele pode está querendo usar Melody, mas Turner não consegue inferir o mesmo que nós, pois ele nem sabe do encontro e conversas que Melody teve com Samuel.



E se Turner não ficasse sabendo da presença do pai na fita?

arquivo 81

Ao assistir uma das fitas recuperadas, Turner acompanha Melody tentando escapar do edifício Visser, mas é interrompida por Samuel, funcionários e o pai de Turner. 

Foi um choque para Turner descobrir que o seu pai, morto em um incêndio, estava envolvido no mistério do edifício Visser.

E se o enredo escondesse essa informação de Turner, ou seja, Melody não teria filmado essa situação, mas somente nós tivéssemos presenciado a aparição do pai dele ? 

O enredo teria escondido essa informação de Turner e nós teríamos informações a mais que ele. 

Seria uma narração irrestrita como no caso de Samuel que poderia ser utilizada pelo enredo para criar tensão e angústia em quem assiste.  

Teríamos acesso a essa informação e Turner não, ela poderia ser utilizada pelo enredo para nos causar angústia. A junção de narração restrita e irrestrita pode ser usada de várias formas para influenciar nossos sentimentos e comportamentos durante uma série ou filme.

 

Conclusão

Em síntese, podemos analisar a importância da variação de uma narração escolhida pelo enredo. 

Na narração restrita, nossas informações são limitadas ao personagem, essa escolha pode nos causar mistério, pois não sabemos o que está por trás do que nos causa suspense e vamos descobrindo junto com o personagem no desenrolar da história.

Na narração irrestrita nós podemos ter acesso ao ponto de vista/informação de vários personagens e nos vemos num ponto do enredo em que temos mais informações que o próprio protagonista.

O uso do tipo de narração varia de diretor para diretor que escolhe a forma como quer nos provocar independente de sua escolha.

A análise de Arquivo 81 – Netflix foi feita somente do episódio um, convido você a assistir a série e fazer a sua própria análise.