desbravando o cinema
john wick

Introdução

Um dos prazeres mais satisfatórios da rotina de lazer é assistir a um filme, e o prazer fica melhor ainda quando o filme te provoca sentimentos ao acompanhar a história do personagem.

O filme conseguiu te extrair sentimentos/emoções e isso é ótimo, pois o roteiro e principalmente a direção utilizou recursos cinematográficos que te provocou essas emoções.

Muito antes da direção temos o roteiro que tem uma estrutura básica composta pelo início, meio e fim e é essa estrutura que vai dividir a história de um filme em apresentação, confrontação e resolução. Antes de iniciarmos o primeiro ATO de um filme, vamos introduzir o que é um roteiro.

O que é um roteiro ?

Quando um filme começa a ser produzido, a primeira tarefa a ser feita é escrever o roteiro.

                Nas palavras de Syd Field:

“O roteiro é como um substantivo — é sobre uma pessoa, ou pessoas, num lugar, ou lugares, vivendo sua “coisa”. Todos os roteiros cumprem essa premissa básica. A pessoa é o personagem, e viver sua coisa é a ação.”

Todos os roteiros de um filme ganham uma interpretação por imagens em ordem cronológica, em um espaço e através do tempo. 

O que significa ?

Vamos usar de exemplo o filme John Wick – De Volta Ao Jogo (2014), no filme tem a morte do cachorro do protagonista, ele vai atrás de vingança e no final conclui o seu objetivo que é se vingar. Todos esses fatos acontecem em ordem cronológica, em Nova Iorque no tempo de 1h 41m.

Acabei de mostrar para você que os fatos aconteceram de forma cronológica, em um espaço e através do tempo e essa é a estrutura básica de um enredo/história de um roteiro.

Utilizando outras palavras e se baseando na citação de Syd Fiel, o roteiro é sobre uma pessoa (personagem/John Wick), num lugar (Nova Iorque), vivendo a sua coisa (ação/objetivo de vingança).

Cada roteiro tem a sua ação, espaço e tempo, mas o que eles têm em comum é a estrutura linear básica dividia em três ATOS e essa estrutura é chamada de paradigma.

Nesse texto nós vamos focar somente no primeiro ATO, e aguarde que vamos utilizar John Wick – De Volta Ao Jogo de exemplo.

paradigma de roteiro
Reprodução: Manual do Roteiro - Syd Field

Ato I - Apresentação

O primeiro ATO é conhecido como o início de um filme, mas a melhor palavra para descrever é APRESENTAÇÃO, pois no primeiro ato de um roteiro é apresentado o personagem, seu relacionamento com as pessoas em seu mundo e pôr fim a premissa dramática (sobre o que a história se trata).

Não saia do texto ainda, pois vou trazer exemplos práticos de John Wick – De Volta Ao Jogo e te convidar a fazer o mesmo com um filme que já assistiu.

Apresentação de John Wick e pessoas em seu mundo

Já sabemos que os dez primeiros minutos de um roteiro tem o objetivo de apresentar quem é o seu personagem e pessoas em seu mundo, depois disso entra com a premissa dramática que é a motivação para a história se desenrolar.

Em John Wick – De Volta Para O Jogo o personagem John Wick (Keanu Reeves) é apresentado de forma misteriosa, pois não sabemos exatamente como ele ganha a vida, mas temos uma pequena noção pela cena inicial em que ele sai de um carro preto e vemos que ele está todo machucado.

O que sabemos é que ele está em luto pela sua esposa Helen (Bridget Moynahan), ou seja, já fomos apresentados a uma pessoa em seu mundo e já descobrimos um pouco do personagem, pois deduzimos que ele está triste pela perda.

roteiro
Reprodução: Lionsgate

Percebeu que ainda não sabemos como o roteiro vai se desenrolar? Pois ainda não foi apresentada a premissa dramática (motivação para a história avançar).

Antes da premissa vamos continuar com a apresentação do personagem e pessoas a sua volta.

No velório o roteiro nos apresenta outro personagem chamado Marcus (Willem Dafoe), mas a única coisa que sabemos pelos diálogos é que são velhos amigos e não aprendemos mais nada em relação aos dois e o mistério contínua de quem é John.

john wick
Reprodução: Lionsgate

Minutos depois o filme nos dá mais uma pista de como John se sente e como está sua saúde mental quando ele recebe uma carta da esposa falecida e um cachorro.

john wick
Reprodução: Lionsgate

Em um posto de gasolina abastecendo o seu Mustang, John é surpreendido por um grupo de homens em que o personagem Iosef (Omer Barnea) se interessa pelo seu carro e perguntar quanto John quer nele, mas sem sucesso faz ameaças ao personagem principal que ainda é um mistério.

john wick
Reprodução: Lionsgate

Após o acontecido John vai para um aeroporto que parece ser desativado para treinar manobras arriscadas com seu Mustang, ou seja, aprendemos mais uma coisa com o personagem, ele adora carros e tem habilidades para fazer manobras arriscadas.

john wick
Reprodução: Lionsgate

Premissa dramática/A morte do cachorro

Nas palavras de Syd Field premissa dramática é:

“A premissa dramática é o assunto de que o filme trata; ela fornece o impulso dramático que move a história para a sua conclusão.”

Após o acontecimento no posto de combustível, o grupo de homens vai até a casa de John e o espanca, mata seu cachorro e rouba o seu carro. Aqui temos a causa que foi este acontecido que fez o personagem buscar VINGANÇA.

A premissa dramática/assunto do filme é a vingança contra a causa (acontecido na casa de John) da premissa dramática. Após a premissa dramática é que se inicia o ato dois ou confrontação que é basicamente os obstáculos que o personagem terá de enfrentar para cumprir o seu objetivo que é se vingar.

O ATO II e III vou deixar para um próximo texto, pois gostaria de fazer de forma detalhada usando o filme, mas o ATO II é basicamente a confrontação e o que move ela é a necessidade dramática de John (vingança) e existem obstáculos que tentam impedir essa necessidade dramática.  E é na jornada do personagem por vingança que nós vamos descobrindo mais personagens e mais sobre ele.

O ATO III é basicamente a resolução do filme que não significa o fim, mas a solução que o roteiro trouxe. Qual a solução? O personagem vive ou morre? Tem sucesso ou fracassa?

Eu convido você a assistir ao filme e descobrir o que John Wick faz, conhecer o seu universo e pessoas em sua volta, tente trabalhar as ideias que eu trouxe aqui no filme e faça com o último filme que assistiu usando um bloco de notas.

Conslusão

Podemos concluir que para um filme acontecer, o roteiro precisa dividir a história em apresentação, nos mostrando o seu  personagem, o universo que ele vive e pessoas em sua volta.

Após isso a motivação para que ele chegue ao seu objetivo, passando pelos obstáculos/inimigos e depois achando uma solução para cumprir com o seu objetivo que surgiu na premissa dramática do filme. 

Leia a continuação do texto, Roteiro – Segundo Ato com Ford v Ferrari

john wick